Vosso Pai sabe de tudo o que precisais.

Evangelho: Mt 6,24-34

Deus cuida de nós e sua divina providência governa o mundo com amor nele não há nenhuma sombra de maldade e ele nada faria que não fosse para o bem de suas criaturas. Às vezes temos a impressão de que ele é um Deus ausente, desinteressado e até inexistente. Quantas vezes temos vontade de perguntar: Onde estava Deus naquela hora? Buscamos segurança, repouso, estabilidade e não encontramos. Estamos sempre agitados e na incerteza. nosso coração pula de dentro de nós como um pássaro nos galhos de uma arvore. enquanto não repousar em Deus, estará irrequieto!

Não entendemos  tudo o que acontece, mas acreditamos em Deus e em sua providência. Queremos o que ele quer, embora nem sempre do jeito que ele quer. Procuramos sintonizar nossa vontade com a sua e, confiantes, sabermos que nenhum mal nos acontecerá. Na tranquilidade da visão, vemos o invisível, e a paisagem que aos nossos olhos se descortina é de uma beleza que nos envolve totalmente. É o Reino de Deus pelo qual lutamos.      

 

Um Ano Novo se Inicia!

O fim do ano é sempre uma boa oportunidade de fazermos uma reflexão sobre na nossa vida no ano decorrido,  pensarmos um pouco sobre a vida é lembrar das maravilhas e também das tristezas que passamos no decorrer deste ano se finaliza. Entretanto, mesmo que tenhamos momentos felizes e tristes, o que nos resta agora é agradecermos ao Criador que nos permitiu chegar até aqui sendo presenteados com o dom da Vida.
 
Toda nova etapa deve ser comemorada, ganhamos uma ótima oportunidade de eliminar tudo que já não traz felicidade para nossas vidas e assim obtemos mais espaço para vivermos novas alegrias! Vamos nos cercar de pensamentos positivos e continuar a dar o nosso melhor sempre que possível.
 
Que este novo ano chegue primeiramente com muita Fé, Amor, Saúde e Entendimento, pois assim já temos o suficiente para conseguirmos todo o resto.
 
Que neste novo capítulo da sua vida, o Senhor nos cumule de bens e graças para assim podermos começa este Ano Novo e que sejamos guiados pela luz que emana do Menino Deus. Amem!

 

Ler o Evangelho – Lc 21,12-19

Todos vos odiarão por causa do meu nome.
Mas vós não perdereis um só fio de cabelo da vossa cabeça.

Ganhar a vida eterna significa ser capaz de lutar no dia a dia pelos valores que a caracterizam. Mas os valores que caracterizam a vida eterna são completamente diferentes dos valores que caracterizam a nossa sociedade de hoje, sendo que a conseqüência dessa diferença é o conflito, que é seguido da perseguição, do ódio e, muitas vezes, da morte. Mas quem de fato acredita na vida eterna e a deseja ardentemente para si assume o projeto de Deus e os valores do Reino dos céus e luta constantemente por eles, não temendo a perseguição e desafiando até mesmo a morte, porque sabe que nada o separará da vida e vida em abundância.

Reflexão – Lc 21, 5-11

Ler o Evangelho- Lc 21, 5-11
Não podemos por na realidade material o sentido final da nossa vida e a causa da nossa felicidade, pois o mundo material é transitório e só encontra o seu verdadeiro sentido enquanto é relacionado com o definitivo, ou seja, o mundo espiritual, e contribui para que a pessoa encontre nos valores que não são transitórios a causa da sua vida e da sua felicidade. Assim, devemos ser capazes de submeter os valores transitórios aos valores definitivos, pois somente eles podem nos garantir a nossa plena realização.

Ler o  Evangelho – Lc 21, 5-11

Não podemos por na realidade material o sentido final da nossa vida e a causa da nossa felicidade, pois o mundo material é transitório e só encontra o seu verdadeiro sentido enquanto é relacionado com o definitivo, ou seja, o mundo espiritual, e contribui para que a pessoa encontre nos valores que não são transitórios a causa da sua vida e da sua felicidade. Assim, devemos ser capazes de submeter os valores transitórios aos valores definitivos, pois somente eles podem nos garantir a nossa plena realização.

Sábado da 30ª Semana Tempo Comum

Ler o Evangelho- Lc 14, 1.7-11

O mundo em que vivemos é marcado pela concorrência, pela luta constante no sentido de superar as outras pessoas.

Ler mais

São Simão e São Judas, Apóstolos . Festa

 

Ler o Evangelho – Lc 6, 12-19

Jesus não quis realizar sozinho a obra do Reino, mas chamou apóstolos e discípulos para serem seus colaboradores.

Ler mais

“E quanto a ti, uma espada de dor transpassará a tua alma.”

Ler o Evangelho – Lc 2, 33-35

A presença de Maria junto ao seu Filho no momento do seu suplício mostra para nós a realização da profecia de Simeão:

Ler mais

Exaltação da Santa Cruz. Festa

Ler o Evangelho – Jo 3, 13-17 
É necessário que o Filho do Homem seja levantado.
Todos os que crêem no Filho de Deus elevado entre o céu e a terra, suspenso na cruz, recebem dele a vida eterna. A cruz, instrumento de suplício e de maldição, torna-se, em Jesus Cristo, instrumento de salvação para todas as pessoas.

Ler mais