Santo Antônio Maria Zaccaria

A História de Santo Antônio Maria Zaccaria

Santo Antônio Maria Zaccaria

Santo Antônio Maria Zaccaria

Antônio Maria Zaccaria nasceu em Cremona, Itália, em Dezembro de 1502. Com poucos meses de vida morreu seu pai, Lázaro Zaccaria. Sua mãe, Antonieta Pescaroli, então com 18 anos, dedicou-se totalmente à sua educação e sua formação humana e cristã.

Muito jovem, Antônio Maria dedicou-se aos estudos universitários e completou o curso de medicina em Pádua, retornando em seguida para sua terra natal para exercer a profissão.

Começou dedicando-se especialmente aos mais necessitados da cidade: acolheu os pobres em casa, visitou doentes e presos. Pouco mais tarde, sentiu brotar uma outra vocação: como catequista, atraía a simpatia e a
apreciação dos jovens e das crianças que frequentavam a igrejinha de S. Vital. Nessa igreja, ainda hoje aberta à visitação pública, organizou encontros de oração e estudos bíblicos.

Formou com leigos (católicos participantes sem formação religiosa) o que se chamou ‘Círculo de Amizade’, baseado em um intenso compromisso de oração e estudo e um desejo grande de restauração da vida cristã. Em pouco tempo, a cidade de Cremona iria se transformar…

Orientado pelo seu Diretor Espiritual, começou os estudos religiosos. Ordenou-se sacerdote com 27 anos e mudou-se para Milão, onde seu dinamismo cresceu. Junto com dois companheiros, fundou a Ordem dos Clérigos Regulares de São Paulo, recebendo a aprovação do padre Clemente VII em 18 de fevereiro de 1533. Esses religiosos são conhecidos popularmente por Barnabitas, pois sua primeira comunidade ficava próxima a igreja de São Barnabé.

Além dos Barnabitas, Santo Antônio Maria Zaccaria fundou a Congregação das Irmãs Angélicas de São Paulo, numa profética intuição, as primeiras religiosas de vida fora da clausura na história da Igreja. Organizou ainda o Grupo dos Casais de São Paulo (hoje chamados Leigos de São Paulo), uma primeira (e também profética) experiência de valorizar o trabalho pastoral do leigo na Igreja.

Essas inovações promovidas por ele não puderam ter continuidade naqueles tempos.

Incansável, Antônio Maria Zaccaria organizou grupos de formação cristã, dirigiu algumas missões populares em cidades do norte da Itália, apresentando-se como mensageiro da renovação da vida cristã na Igreja em geral e nos conventos.

Principais pontos de seu trabalho apostólico e de sua espiritualidade:

Santo Antônio Maria Zaccaria - Trabalho Apostólico

Santo Antônio Maria Zaccaria – Trabalho Apostólico

  • Estudo apaixonado das cartas de São Paulo, seu mestre e guia;
  • Demonstração de um grande amor pelo Cristo Crucificado e pela Eucaristia;
  • Instituição e difusão da prática das 40 horas diante do SS. Sacramento;
  • Luta contra a ‘Tibieza’ (acomodação espiritual).

Morreu aos 36 anos, dia 5 de julho de 1539, nos braços de sua mãe, na mesma casa onde nascera. Foi canonizado em 27 de maio de 1897. Suas relíquias são veneradas na Igreja de São Barnabé, em Milão, Casa Mãe da Congregação Barnabita.

Cronologia de Santo Antônio Maria Zaccaria

  • Nasceu em Cremona, norte da Itália em 1502.
  • Morreu em 5 de julho de 1539, com apenas 37 anos de idade!
  • Filho de Lázaro Zaccaria e de Antonieta Pescarolli, viúva aos 18 anos!
  • Sua família era nobre, mas conviveu com dificuldades, pois eram comerciantes de médio porte.
  • Aprendeu, desde cedo, a respeitar os pobres. Aos 18 anos, renunciou aos seus bens, em favor da mãe.
  • Estudou Medicina em duas Faculdades italianas (Pádua e Pavia).
  • Queria fazer muito mais do que ser médico ! Criou um grupo de reflexão bíblica em Cremona, chamado de “Confraria da Amizade”. Ensinou Catecismo e a doutrina cristã.
  • Escolheu um orientador espiritual, Frei Batista de Crema, que o encaminhou para o sacerdócio.
  • Tornou-se padre em 1528, independente de qualquer Diocese.
  • Já em Milão, criou, com mais dois companheiros, três grupos de vida cristã, orientados para a missão junto ao povo e para a reforma dos conventos: os Padres Barnabitas, as Irmãs Angélicas e o Grupo dos Casais (primeiro exemplo de Pastoral familiar na história da Igreja).
  • Sua espiritualidade é bíblica, marcada, principalmente, pelo Apóstolo São Paulo: os dois eixos principais são o Cristo Crucificado e a Eucaristia.
  • Divulgou a prática das Quarenta Horas, adoração do Santíssimo Sacramento, que se prolongava por 40 horas ininterruptas e tirou a Eucaristia do esquecimento.
  • A Bíblia é o alimento principal para quem quer uma vida espiritual de verdade.
  • Incentivou a prática da leitura orante da Bíblia.
  • Ele dizia que, para amar a Deus, só amando o próximo!
  • Queria que todos crescessem sempre, que nunca parassem!

 

Cartas de Santo Antônio Maria Zaccaria

Em suas cartas, doze no total, SAMZ procura mostrar a fé, a caridade, a oração, o amor a Deus e aos homens. Ele escreveu para o seu orientador espiritual Frei Batista de Crema, para sua mãe Antonieta Pescaroli, para as Irmãs Angélicas e seus amigos. Clique e confira abaixo cada uma delas.

1ª Carta do PADRE ANTÔNIO MARIA ZACCARIA
2ª Carta do PADRE ANTÔNIO MARIA ZACCARIA
3ª Carta do PADRE ANTÔNIO MARIA ZACCARIA
4ª Carta do PADRE ANTÔNIO MARIA ZACCARIA
5ª Carta do PADRE ANTÔNIO MARIA ZACCARIA
6ª Carta do PADRE ANTÔNIO MARIA ZACCARIA
7ª Carta do PADRE ANTÔNIO MARIA ZACCARIA
8ª Carta do PADRE ANTÔNIO MARIA ZACCARIA
9ª Carta do PADRE ANTÔNIO MARIA ZACCARIA
10ª Carta do PADRE ANTÔNIO MARIA ZACCARIA
11ª Carta do PADRE ANTÔNIO MARIA ZACCARIA
12ª Carta do PADRE ANTÔNIO MARIA ZACCARIA

Santo Antônio Maria Zaccaria

Santo Antônio Maria Zaccaria